O silêncio sobre a Educação Ambiental nos cursos de Pedagogia das Universidades Federais do Brasil

Resumo

Este artigo analisou e discutiu a oferta da Educação Ambiental em cursos de pedagogia de Universidade federais do Brasil e as implicações para a formação do pedagogo em Educação Ambiental. Esta é uma pesquisa de natureza quali e quantitativa. Foram selecionados 27 cursos de pedagogia, um em cada capital do Brasil. Para análises, foram coletados dados nas grades curriculares, ementas das disciplinas para verificar a presença da Educação Ambiental em disciplinas que descrevesse a sua inserção. Foi observado que a Educação Ambiental não é priorizada pelos referidos cursos, 30% dos cursos pesquisados não a inseriam como disciplina, o que pode gerar uma problemática na formação do educador ambiental e, consequentemente na sociedade. Com essa problemática na formação, sua atuação em sala de aula poderá ser comprometida, não favorecendo aos educandos o ensino do saber da Educação Ambiental amplo e crítico e que também os tornem sujeitos capazes mediadores dessa consciência, na sociedade. Investir nessa formação é o caminho para que o docente tenha competências e habilidades para esse saber ainda em sua formação de graduação.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

Não há dados estatísticos.

Referências

Arana, A.R.Z, & Bizarro, L.M.C.T.. Educação Ambiental e Política Ambiental Integrada: o papel das univenidades. his Carpi Junior, salvador (org.); Leal. Antonio Cezar: Dias, lconicc Scolin. Educação Ambiental: conceitos, metodologias e práticas. tupit - sp: anap, 2016.

Carvalho, D. & Melo, G. (2018). A educação ambiental na formação dos professores da EJA: elemento formativo do sujeito ecológico. REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, 35(1), 209-228. doi: https://doi.org/10.14295/remea.v35i1.7229

Corrêa, M. & Ashley, P. (2018). Desenvolvimento Sustentável, Sustentabilidade, Educação Ambiental e Educação para o Desenvolvimento Sustentável: Reflexões para ensino de graduação. REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, 35(1), 92-111. doi: https://doi.org/10.14295/remea.v35i1.7417

Corrêa, T. & Barbosa, N. (2018). Educação ambiental e consciência planetária: uma necessidade formativa. REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, 35(2), 125-136. doi: https://doi.org/10.14295/remea.v35i2.7692

Cuba M.A. (2010) Educação Ambiental nas Escolas. ECCOM, Universidade de FATEA, Lorena, São Paulo, Brazil. 1(2), 23-31. http://fatea.br/seer/index.php/eccom/article/viewFile/403/259

Dias L.S., Leal A.C., & Júnior S.C. (2016) Educação Ambiental: conceitos, metodologias e práticas. 1 ed. São Paulo, ed. Associação Amigos da Natureza da Alta Paulista. pp.187.

Freire L., Figueiredo J., & Guimarães, M. (2016). O papel dos professores/educadores ambientais e seus espaços de formação, qual é a educação ambiental que nos emancipa? Pesquisa em Educação Ambiental, 11(2), 117-125. doi: http://dx.doi.org/10.18675/2177-580X.vol11.n2.p117-125

Gomes R.K.S., Nakayama L., & Souza, F.B.B. (2016). A educação Ambiental Formal como Princípio da Sustentabilidade na Práxis Educativa. REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental. Rio Grande do Sul, Brazil. pp. 11-39.

Guimarães, M. A formação de educadores ambientais. Campinas: Papirus, 2004.
Lima, F., Carvalho, W., Araújo, C., & Silva, J. (2018). QUESTÕES ÉTICAS NA FORMAÇÃO DO PEDAGOGO. Revista De Educação Do Vale Do São Francisco, 7(14). http://www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/69

Medeiros A.B., Mendonça M.J.S.L., Sousa G.L., & Oliveira I.P. (2011) A Importância da Educação Ambiental na Escola nas Séries Iniciais. Revista Faculdade Montes Beles, 4(1). http://www.terrabrasilis.org.br/ecotecadigital/pdf/a-importancia-da-educacao-ambiental-na-escola-nas-series-iniciais.pdf

Menezes J.B.F., Nogueira A.P., Paixão G.C., Ponte F.L., & Pereira L.M.G. (2018). Conceitos, práticas de educação ambiental e formação cidadã na escola. Ambiente & Educação - Revista de Educação Ambiental, 23(1). https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/6620/5299

Ministério do Meio Ambiente (MMA) (2004), Identidades da educação ambiental brasileira, Diretoria de Educação Ambiental, MMA, Brasília, Brasil. Recuperado de http://www.mma.gov.br/estruturas/educamb/_arquivos/livro_ieab.pdf

Ministério da Educação, 2012. Resolução N.° 2, de 15 de junho de 2012. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental. Diário Oficial da União, Brasília, Brazil. N.° 116, seção 1, pp. 70. Recuperado de http://conferenciainfanto.mec.gov.br/images/conteudo/iv-cnijma/diretrizes.pdf

Monteiro I.F.C. & Monteiro A.D.E.B.S.C.O. (2017). A educação ambiental e as representações sociais dos professores da rede pública no ensino fundamental. Revista Brasileira de Educação Ambiental, 12(1), 165-176. http://www.sbecotur.org.br/revbea/index.php/revbea/article/view/5092/3240

Nóvoa A. (1992). Formação de Professores e Profissão docente. Lisboa, Portugal. Dom Quixote, pp. 13-33.

Pinto V.P.S. & Guimarães M. (2017) A educação ambiental no contexto escolar: temas ambientais locais como temas geradores diante das questões socioambientais. Revista de Geografia, 7(2), 149-162. https://geografia.ufjf.emnuvens.com.br/geografia/article/view/197

Rêgo J.R.S., Araújo M.G.S., Silva D.E.L., & Junior F.M.C. (2018). O ambiente e suas problemáticas sob a perspectiva de profissionais da educação. Educação Ambiental em Ação, 65. http://www.revistaea.org/artigo.php?idartigo=3425
Publicado
2019-05-27
Como Citar
TEIXEIRA, Gislânya Santos et al. O silêncio sobre a Educação Ambiental nos cursos de Pedagogia das Universidades Federais do Brasil. Acta Brasiliensis, [S.l.], v. 3, n. 2, p. 74-78, maio 2019. ISSN 2526-4338. Disponível em: <http://revistas.ufcg.edu.br/ActaBra/index.php/actabra/article/view/197>. Acesso em: 17 jul. 2019. doi: https://doi.org/10.22571/2526-4338197.
Seção
Educação Ambiental