O vlog como gênero textual aplicado a questões de ensino de Literatura

Rossana Paulino de Luna, Sinara de Oliveira Branco

Resumo


O declínio do tradicionalismo no ensino exige do professor novas posturas perante velhos conteúdos.
Este artigo discorre sobre uma nova tendência entre desenvolvedores de vlogs, envolvendo a releitura de
determinadas obras literárias, além de apresentar uma proposta de aplicação de tais ideias em aulas de literatura.
Levando este fato em consideração, o presente trabalho faz uma breve apresentação do gênero vlog e suas principais características enquanto gênero textual aplicado ao ensino (LIMA; LUNA, 2012). Depois da apresentação teórica, será realizada uma análise contrastiva entre a obra "Orgulho e Preconceito", de Jane Austen, e a sua adaptação para o vlog "The Lizzie Bennet Diaries". Com isso, espera-se desenvolver um estudo que descreva como os vlogs podem auxiliar professores de língua e literatura a visualizar a possibilidade da utilização do gênero vlog em suas aulas, não apenas para ir além do tradicionalismo vigente nestas aulas, mas também para promover o desenvolvimento de competências interculturais e uma interação efetiva do educando com as obras trabalhadas em sala de aula, proporcionando a sensibilização literária dos alunos.


Palavras-chave


Língua; Literatura; Vlog. Releituras;

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.35572/rlr.v2i1.142

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Letras Raras

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores:

           


VISITANTES NO MUNDO DA REVISTA LETRAS RARAS: