ACENTO E RITMO: ASPECTOS FONÉTICO-PROSÓDICOS NO ENSINO DE INGLÊS COMO L2

Leônidas José da Silva Junior

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo contribuir para a aquisição do inglês como L2 a partir de aspectos prosódicos. Nossa pesquisa se aporta nos estudos de Ladefoged; Disner (2013), Avery; Ehrlich (2012), Alves (2012), Roach (2009, 2005), Jenkins (2000), Pike (1945) dentre outros. Na metodologia, fizemos coleta de dados orais com um norte americano e três brasileiros com proficiência advanced. Após a coleta, analisamos os dados acusticamente para verificarmos a influência que o acento e ritmo da L1 exercem nas produções de L2. Nossos resultados apontaram que ocorre transferência fonológica do ritmo L1→L2. Concluímos que o professor de língua inglesa deve privilegiar aspectos fonético-prosódicos da L2 para que o processo de aquisição e/ou aprendizagem seja mais efetivo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.35572/rle.v15i2.512

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




____________________________________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Leia Escola consta nos seguintes indexadores, bancos de dados e bibliotecas

                                                   

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

A  Revista Leia Escola está licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais... _______________________ _< __________________________________________________