AVALIAÇÃO DE LÍNGUA INGLESA: RUPTURAS E PERSPECTIVAS

Cristina Arcuri Eluf, Fabio Nascimento Sandes

Resumo


O presente artigo envolve questões acerca da avaliação da aprendizagem de Língua Inglesa perante as demandas da nova economia (KALANTZIS et al, 2003). O trabalho discute propostas de práticas avaliativas como alternativas para se pensar o processo de ensino/aprendizagem em Língua Inglesa no atual contexto global. Nesse caso, analisamos uma avaliação prática, baseada na Pedagogia dos Multiletramentos (NLG, 1996), a qual foi experienciada por graduandos do penúltimo semestre do Curso de Formação em Letras Modernas da UESB. O corpus da pesquisa foi construído pelos alunos como critério avaliativo da disciplina Introdução à Linguística Aplicada a fim de testar sua exequibilidade em sala de aula durante o pré-serviço.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.35572/rle.v14i1.332

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




____________________________________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Leia Escola consta nos seguintes indexadores, bancos de dados e bibliotecas

                                                   

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

A  Revista Leia Escola está licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais... _______________________ _< __________________________________________________