A REESCRITA DO BILHETE ORIENTADOR PELO LICENCIANDO EM LETRAS: UMA PRÁTICA REFLEXIVO-CRÍTICA NO PROCESSO DE AVALIAR TEXTOS

Francieli Matzenbacher Pinton

Resumo


O bilhete orientador é considerado um gênero que possibilita o desenvolvimento de ações e atitudes produtivas ao processo de formação do professor e do aluno (SIGNO- RINI, 2006). Este trabalho objetiva refletir criticamente sobre a reescrita de bilhetes orien- tadores produzidos por licenciandos em Letras em um contexto específico de revisão de textos escritos por alunos do ensino fundamental II. Foram analisados 10 bilhetes produ- zidos e reescritos pelos licenciandos, mediados pelos bilhetes produzidos pelo formador. Os resultados revelam que a primeira versão do bilhete orientador do licenciando enfocou os aspectos microestruturais do texto, apontando-os de forma resolutiva e/ou indicativa. Já a segunda versão focalizou os aspectos macro e microestrurais, apresentando uma revisão mais interativa das dificuldades apresentadas pelos alunos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.35572/rle.v12i2.273

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




____________________________________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Leia Escola consta nos seguintes indexadores, bancos de dados e bibliotecas

                                                   

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

A  Revista Leia Escola está licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais... _______________________ _< __________________________________________________