TEORIA FONOLÓGICA E VARIAÇÃO LINGUÍSTICA APLICADAS A LIBRAS

Luiz Antonio Zancanaro Junior, Teresinha de Moraes Brenner

Resumo


Este trabalho desenvolve uma revisão bibliográfica baseada em dois eixos: princípios estruturalistas e variação linguística, com aplicação na língua de sinais. Na teoria saussuriana, destacam-se quatro pares de conceitos centrais, que são: “sincronia e diacronia”, “língua e fala”, “significante e significado” e “paradigma e sintagma”. Essas dicotomias podem ser relacionadas com os estudos linguísticos da língua de sinais. O objetivo consiste em analisar três categorias da fonologia dessa língua: configuração de mão, locação e movimento, buscando, assim, investigar os traços distintivos dentro dessas categorias. Observa, pois, a ocorrência de mudanças das unidades mínimas que podem gerar itens lexicais com mesmos significados, e a relação com o termo de variante fonológico ou alofone.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.35572/rle.v13i1.215

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




____________________________________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Leia Escola consta nos seguintes indexadores, bancos de dados e bibliotecas

 

 

                                               

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

A  Revista Leia Escola está licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais... _______________________ _<

 

Siga Rev Leia Escola nas redes sociais

   Instagram