LIMITES E POSSIBILIDADES DA CONTRIBUIÇÃO DO PROGRAMA SALA DE LEITURA NA FORMAÇÃO DE LEITORES NO CONTEXTO ESCOLAR

Ana Carolina Palma Francisco Avila, Cláudio Marcondes de Castro Filho

Resumo


Ancorado na abordagem Histórico Cultural, trata-se de um estudo de caso e representa uma investigação qualitativa cujo objetivo é discutir acerca das possibilidades e limites da contribuição do Programa Sala de Leitura para a formação de leitores no contexto escolar. O lócus escolhido para a aplicação da pesquisa foi a sala de leitura Clarisse Lispector, sediada na Escola Estadual Professora Djanira Velho, município de Ribeirão Preto/SP. A coleta de dados foi efetuada através de entrevista semiestruturada e interações via grupo focal, realizadas, respectivamente, com a mediadora da sala de leitura e com os sete alunos integrantes da amostra. Identifica e descreve as práticas que ocorrem na sala de leitura. Os resultados reconhecem as potencialidades da sala de leitura na formação leitora dos educandos e aponta os limites a serem superados mediante sugestões que se apoiam na oferta de momentos de leitura livre e no ensino de estratégias de leitura

Texto completo:

PDF

Referências


BATISTA, A. A. G.; GALVÃO, A. M. O. Práticas de leitura, impressos, letramentos: uma introdução. In: GALVÃO, A. M. O; BATISTA, A. A. G. (Orgs). Leitura: práticas, impressos, letramentos. Belo Horizonte: Editora Autêntica, 2011. p. 11-48.

CHARTIER, R. (Org.) Práticas da Leitura. 5. ed. São Paulo: Estação Liberdade, 2011.

COLOMER, T. Andar entre livros: a leitura literária na escola. Trad. Laura Sandroni. São Paulo: Global, 2007.

COSSON, R. Letramento literário: teoria e prática. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2018.

FERREIRA, H. O perfil do professor como responsável pelo “Programa Sala de Leitura” em escolas públicas de uma cidade do Oeste Paulista: formação docente e práticas de mediação. 2016. 158 fs. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, SP.

GIROTTO, C. G. G. S; SOUZA, R. J. Estratégia de leitura: para ensinar alunos a compreender o que leem. In: SOUZA, R. J. et al. Ler e compreender: estratégias de leitura. Campinas: Mercado das Letras, 2010. p. 45-114.

LAROSSA, Jorge. Experiência e alteridade em educação. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v.19, n. 2, jul./dez. 2011. Disponível em: http://online.unisc.br/seer/index.php/reflex/article/view/2444/1898. Acesso em: 5 ago. 2019.

ORLANDI, E. P. Discurso e leitura. São Paulo: Ed. UNICAMP: Cortez, 1988.

OLIVEIRA, M. K. Vygostsky aprendizado e desenvolvimento: um processo sócio-histórico. 4. ed. São Paulo: Scipione, 2011.

ROJO, R. Letramento e capacidades de leitura para a cidadania. São Paulo: SEE: CENP, 2004.

ROUXEL, A. Práticas de leitura: quais rumos para favorecer a expressão do sujeito leitor? Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 42, n. 145, p. 272-283, abr. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15742012000100015&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 17 jul. 2019.

SOUZA, R. J; GIROTTO, C. G. G. S. Estratégias de leitura: uma alternativa para o início da educação literária. Álabe: revista de la red de universidades lectoras, n.4, dez. 2011. Disponível em: http://www.ual.es/alabe. Acesso em: 3 ago. 2019.

VYGOTSKY, L. S; LURIA, A. R; LEONTIEV, A. N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. 14 ed. São Paulo: Ícone, 2016.

TREVIZAN, Z. Saberes científicos e epistemologia da prática nos processos institucionais de formação docente e de formação de leitores. Perspectiva, Florianópolis, v. 35, n. 1, mês jan./mar., 2017. Disponível em: /https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/viewFile/2175795X.2017v35n1p

/pdf / Acesso em: 9 ago. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.35572/rle.v19i3.1548

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




____________________________________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Leia Escola consta nos seguintes indexadores, bancos de dados e repositórios

                                                        

                  

    

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

A  Revista Leia Escola está licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais... _______________________ _< __________________________________________________