DA REFERENCIAÇÃO À MEDIAÇÃO DE LEITURA: UM ESTUDO DE OBRAS DE ZIRALDO

Beatriz dos Santos Feres, Júlia Vieira Correia

Resumo


O presente artigo, filiado à Teoria Semiolinguística de Análise do Discurso, tem como objetivo analisar a referenciação em livros ilustrados, pois partimos da hipótese de que o signo verbal, no livro ilustrado, não se destaca nesse processo, conforme parece crer o senso comum. Além disso, apresenta-se a teoria do contrato de leitura, de Emediato, que mostra a necessidade de leitura mediada quando se trata de obras ilustradas, devido à referenciação verbal e visual, principalmente nas obras de Ziraldo. Para isso, serão analisados dez livros de Ziraldo, sendo os principais Flicts, Meninas, O livro do sim e O livro do não. Como referencial teórico, serão usados trabalhos de Ingredore Koch e Vanda Elias, Beatriz Feres e Margareth Mattos, Mônica Cavalcante, Lorenza Mondada e Danièle Dubois, Maria Resende e finalmente Wander Emediato. Como conclusão, percebeu-se que a referenciação é dupla nesse tipo de livro.


Palavras-chave


Semiolinguística. Referenciação. Mediação de leitura. Livro ilustrado. Ziraldo.

Texto completo:

PDF

Referências


CAVALCANTE, M. M. Referenciação: uma entrevista com Mônica Magalhães Cavalcante. ReVEL, vol. 13, n. 25, p. 367-380, 2015.

CHARAUDEAU, P. Discurso político. 2 ed. São Paulo: Contexto, 2018.

______. Linguagem e discurso: modos de organização. 2 ed. São Paulo: Contexto, 2016.

EMEDIATO, W. Contrato de leitura, parâmetros e figuras de leitor. In: MARI, H.; FONSECA, M. N. S. Ensaios sobre leitura 2. Belo Horizonte: PUC Minas, 2007, p. 83-98.

FERES, B. A encenação descritiva em livros ilustrados para crianças: marcas de um discurso formativo. In: ______; MONNERAT, R. Análises de um mundo significado: a visão semiolinguística do discurso. Niterói: EdUFF, 2017, p. 89-112.

______.; MATTOS, M. S. de. A referenciação verbo-visual no complexo contrato de leitura dos livros ilustrados para crianças e suas visadas nada inocentes. Anais do X Congresso Internacional da ABRALIN – UFF 2017, p. 41-52.

KOCH, I. V.; ELIAS, V. M. Ler e compreender: os sentidos do texto. São Paulo: Editora Contexto, 2017.

MONDADA, L.; DUBOIS, D. Construção dos objetos de discurso e categorização: uma abordagem dos processos de referenciação. In: CAVALCANTE, M. M.; RODRIGUES, B. B.; CIULIA, A. Referenciação. São Paulo: Contexto, 2003, p. 17-52.

NICOLAJEVA, M; SCOTT, C. Livro ilustrado: palavras e imagens. São Paulo: Cosac Naify, 2011.

RESENDE, V. M. Ziraldo - Poeta Menino Guerreiro. In: O menino na literatura brasileira. São Paulo: Editora Perspectiva, 1988.

ZIRALDO. Flicts. 2 ed. São Paulo: Melhoramentos, 2012.

______. Meninas. São Paulo: Melhoramentos, 2016.

______. O livro do não. 2 ed. São Paulo: Melhoramentos, 2013.

______. O livro do sim. São Paulo: Melhoramentos, 2016.

______. O menino astronauta. Rio de Janeiro: Editora MEC, 2005.

______. O menino da lua. São Paulo: Melhoramentos, 2006a.

______. O menino da terra. São Paulo: Melhoramentos, 2006b.

______. O menino mais bonito do mundo. São Paulo: Melhoramentos, 1983.

______. O menino maluquinho. 92 ed. São Paulo: Melhoramentos, 1999.

______. O menino marrom. São Paulo: Melhoramentos, 1986.

______. O menino quadradinho. São Paulo: Melhoramentos, 1989.




DOI: http://dx.doi.org/10.35572/rle.v19i3.1506

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




____________________________________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Leia Escola consta nos seguintes indexadores, bancos de dados e repositórios

                                                        

                  

    

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

A  Revista Leia Escola está licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais... _______________________ _< __________________________________________________