DRAMATURGIA COLETIVA PARA CRIANÇAS: ENTRE A COMUNICAÇÃO E A EXPERIÊNCIA

André Ferraz Sitônio de Assis

Resumo


Resumo: Este artigo discute as ideias de infância em relação à dramaturgia em processos cênicos coletivos, tendo como foco comum de análise o fato de que, nesse tipo de processo de criação, a escritura (ou reescritura) do texto dramatúrgico é realizado de maneira coletiva pelos artistas envolvidos na encenação. A dramaturgia aqui é compreendida como trama composta para dar base à encenação, que também constrói signos que ajudam a tecer em cena essa mesma trama. A discussão apresentada em torno desse tipo de dramaturgia, envolvem questões não só da tessitura do texto (escrito ou cênico), mas também da comunicação artista-público e das experiências em torno das apresentações em si, que impactam as construções simbólicas do enredo dos espetáculos. Para tanto, abordamos questões acerca da infância, da comunicação cênica com crianças e das metodologias de criação dramatúrgica coletivizadas.


Palavras-chave


Dramaturgia coletiva. Processos cênicos coletivos. Teatro para crianças. Metodologias de criação cênica.

Texto completo:

PDF

Referências


ARIÈS, Philippe. História social da criança e da família. 2. ed. Tradução Dora Flaksman. Rio de Janeiro: Guanabara, 1986.

ASSIS, André Ferraz Sitônio de. Processos coletivos em teatro para crianças: encenação, dramaturgia e processos coletivos. Belo Horizonte, 2017. Tese (Doutorado em Artes), Escola de Belas Artes, Universidade Federal de Minas Gerais.

BARBA, Eugenio. Queimar a casa: origens de um diretor. Tradução Patrícia Furtado de Mendonça. São Paulo: Perspectiva, 2014.

BENJAMIN, Walter. Omelete de amoras. In: BENJAMIN, Walter. Obras escolhidas I: rua de mão única. Tradução Rubens Rodrigues Torres Filho e José Carlos Martins Barbosa. São Paulo: Brasiliense, 1987, p. 219-220.

CARVALHO, Enio. História e formação do ator. São Paulo: Ática, 1989.

GOUVÊA, Maria Cristina Soares de. A criança e a linguagem: entre palavras e coisas. In: PAIVA, Aparecida; MARTINS, Aracy Alves; PAULINO, Graça; CORRÊA, Hércules; MACHADO, Maria Zélia Versiani (org.). Literatura: saberes em movimento. Belo Horizonte: Autêntica, 2007, pp. 111-136.

______. Infantia: entre a anterioridade e a alteridade. In: Educação & Realidade, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, v. 36, n. 2, pp. 547-567, mai./ago. 2011.

HILDEBRANDO, Antonio. Antonio Hildebrando: depoimento sobre o processo de criação do espetáculo O Mistério da Bomba H______ [03 dez. 2016]. Gravação em áudio (54 min.). Entrevistador: André Ferraz Sitônio de Assis. Transcrição: Leonardo Guilherme. Belo Horizonte, 2016, 16 pp.

ICLE, Gilberto. O ator como xamã: configurações da consciência no sujeito extracotidiano. São Paulo: Perspectiva, 2006.

KOHAN, Walter Omar. Vida e morte da infância, entre o humano e o inumano. In: Educação & Realidade, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, v. 35, n. 3, p. 125-138, set./dez. 2010.

______. Infância, estrangeiridade e ignorância. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

LEHMANN, Hans-Thies. Das crianças, do teatro, do não-compreender. Tradução Elaine Padilha Guimarães. In: Revista Brasileira de Estudos da Presença, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, v. 1, n. 2, pp. 268-285, 2011.

MACHADO, Marina Marcondes. A criança é performer?. In: Educação & Realidade, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, v. 35, n. 2, 2010.

MERISIO, Paulo. Breaking some eggs: reception experiences in the theatre for children. In: McAVOY, Mary; SAĞLAM, Tülin; WARTEMANN, Geesche (org.). Youth and performance: perceptions of the contemporary child. Hildesheim; Zürich; New York: Georg Olms Verlag, 2015, pp. 91-102.

______. Quebrando alguns ovos: experiências de recepção no teatro para crianças. Versão inicial em português para o artigo em inglês Breaking some eggs: reception experiences in the theatre for children. Texto não publicado, disponibilizado pelo próprio autor, 2017.

POSTMAN, Neil. O desaparecimento da infância. Tradução Suzana Menescal de Alencar Carvalho e José Laurênio de Melo. Rio de Janeiro: Graphia, 1999.

TADEU, Eugênio. Um ponto de vista sobre o teatro para crianças. In: Subtexto: revista de teatro do Galpão Cine Horto: teatro para a infância e juventude: criação e formação de público, Centro de Pesquisa e Memória do Teatro do Galpão Cine Horto, Belo Horizonte, ano VIII, n. 8, pp. 17-22, dez. 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.35572/rle.v19i2.1419

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




____________________________________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Leia Escola consta nos seguintes indexadores, bancos de dados e repositórios

                                     

 

                

           

       

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

A  Revista Leia Escola está licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais... _______________________ _< __________________________________________________