ESTRATÉGIAS DE LEITURA E LITERATURA INFANTIL CAPIXABA: FORMANDO LEITORES NA EMEF CUSTÓDIA DIAS DE CAMPOS

Ivana Esteves Passos de Oliveira, Renata Junqueira de Souza

Resumo


Este artigo é fruto de reflexões oriundas de uma pesquisa de pós-doutoramento, com bolsa Capes-Procrad, realizada na Unesp-PP, contemplando estágio no Centro de Estudos em Leitura e Literatura Infantil e Juvenil (CELLIJ), para aquisição de repertório teórico das estratégias de compreensão leitora com literatura infantil e também de uma pesquisa de observação participante e pesquisa-ação. A proposição é a implementação de uma oficina de estratégias de leitura com literatura infantil, no Espírito Santo, com alunos do quarto ano das séries iniciais da EMEF Custódia Dias de Campos, escola municipal de Vitória. O locus onde se realiza a oficina é a biblioteca da escola, espaço em que transcorrem as práticas de leitura literária dos alunos, com a supervisão da bibliotecária. A pesquisa-ação, contemplando prática guiada pela pesquisadora-oficieneira, foi embasada nas estratégias de leitura de Isabel Sólé (1996) e nos estudos de compreensão leitora de Girotto e Souza (2010).


Palavras-chave


Palavras-chave: Literatura Infantil. Letramento Literário. Estratégias de Leitura.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, Vera Teixeira, in A escolarização da leitura literária – o jogo do livro infantil e juvenil. Belo Horizonte, Editora Autêntica, 2006.

AZEVEDO, Ricardo. Artigo Livros para crianças e literatura infantil: convergência e dissonâncias, publicado na Revista “Signos” Ano 20 nª 1, Lajeado, Univates, 1999, p. 92- 102, ISSN 1413-0416.

CHARTIER, Roger. Práticas da Leitura. São Paulo, Editora Estação Liberdade, 2011.

FILHO, Ilvan. O gato verde. Vitória, Gráfica e Editora GSA, 2011.

FILHO, Ilvan. Uma Casinha lá no alto. Vitória, Gráfica e Editora GSA, 2013.

HUNT, Peter. Crítica, teoria e literatura infantil. São Paulo: Cosac Naif, 2010.

MARTINS, Elizabeth. João, o botão. Vitória, Editora Independente, 1999.

OLIVEIRA, Ivana Esteves Passos de. O desvelar do autor, produtor, divulgador e distribuidor de Livro Infantil no Espírito Santo no século XXI. Tese de doutorado em Letras/ Universidade Federal do Espírito Santo.

PACHECO, Renato. Introdução à história do livro capixaba. Revista da UFES, v. 10, n. 34, p. 65-68, 1985.

QUEIROZ, Bartolomeu Campos de. O gato. São Paulo, Editora Paulinas, 2014.

RIBEIRO, Francisco Aurélio. A Literatura do Espírito Santo: uma marginalidade periférica. Vitória: Nemar, 1996.

RIBEIRO, Francisco Aurélio. O rabinho do porco. Serra, Grupo Formar, 2004.

SANTOS, Ana Maria Martins da Costa E SOUZA, Renata Junqueira de. Andersen e as estratégias de leitura – atividades práticas no cotidiano escolar. Campinas, Mercado de Letras Edições e Livraria Ltda, 2011.

SOLÉ, Isabel. Estratégias de leitura. São Paulo, Artmed Editora, 1996.

SOUZA, Renata Junqueira de (org.), et al MENIN, Ana Maria da C.S, GIROTTO, Cyntia Graziella G.S. Ler e compreender: estratégias de leitura. Campinas, Mercado de Letras Edições e Livraria Ltda, 2010.

SOUZA, Renata Junqueira de e LIMA, Elieuza Aparecida de, (orgs.) Leitura e Cidadania. Campinas, Mercado de Letras Edições e Livraria Ltda, 2012.

ZILBERMAN, Regina. A literatura infantil na Escola. São Paulo: Global, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.35572/rle.v19i3.1384

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




____________________________________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Leia Escola consta nos seguintes indexadores, bancos de dados e repositórios

                                                        

                  

    

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

A  Revista Leia Escola está licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais... _______________________ _< __________________________________________________