A IDENTIDADE LATINO-AMERICANA NO MOVIMENTO “NUEVA CANCIÓN LATINOAMERICANA” DE 1960

Adriana Teixeira Pereira

Resumo


O presente trabalho resulta do projeto de pesquisa Júnior desenvolvido no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFCE), campus Juazeiro do Norte, cujo objetivo era o de promover a reflexão sobre a construção da identidade latino-americana por meio da análise musical do movimento artístico cultural “nova canção latino-americana” de 1960. Esta pesquisa está fundamentada nos conceitos de interculturalidade, segundo Kramsch (1993), de identidade de Hall (2015) e Silva (2014) e nos estudos sobre o movimento musical canção de protesta. Os resultados revelam um aprimoramento da língua/cultura espanhola, bem como ampliação dos conhecimentos socio-históricos-culturais da América Hispânica dos participantes, contribuindo, portanto, para a construção da identidade latino-americana.

Palavras-chave


Interculturalidade; Identidade latino-americana; Nueva canción latino-americana

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Linguagens, códigos e suas tecnologias. Brasília, DF, 2006. (Orientações Curriculares Nacionais do Ensino Médio, vol.1).

GARCÍA CANCLINI, N. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. 4.ed. São Paulo: EDUSP, 2008.

HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. Traduzido por Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro. 12.ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2015.

KLEIMAN, Â. A construção de identidade em sala de aula: um enfoque interacional. In: In: SIGNORINI, I (Org.) Língua(gem) e identidade: elementos para uma discussão no campo aplicado. Campinas, SP: Mercado das Letras, 1998. p.267-302

KRAMSCH, C. Context and Culture in Language Teaching. Oxford: Oxford University Press, 1993.

MOITA LOPES, L. P. Identidades fragmentadas: a construção discursiva de raça, gênero e sexualidade em sala de aula. Campinas: Mercado das Letras, 2002.

PIZARRO, A. O sul e os trópicos: ensaios de cultura latino-americana. Tradução Irene Kallina, Liege Rinaldi. Niterói: EdUFF, 2006.

RAJAGOPALAN, K. O conceito de identidade em linguística: é chegada a hora para uma reconsideração radical? In: SIGNORINI, I (Org.) Língua(gem) e identidade: elementos para uma discussão no campo aplicado. Campinas: Mercado das Letras, 1998, p. 21-45.

REIS, L. Conversas ao Sul: ensaios sobre literatura e cultura latino-americana. Niterói: EdUFF, 2009.

SILVA, Tomaz Tadeu da. A produção social da identidade e da diferença. In: SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014, p. 73-102.

WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In: SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012, p. 7-72.

VELASCO, F. La Nueva Canción Latinoamericana: notas sobre su origen y definición. Presente y pasado: revista de Historia. Mérida, Año 12. Nº 23, p. 139-153, Enero-Junio, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.35572/rle.v19i1.1309

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




____________________________________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Leia Escola consta nos seguintes indexadores, bancos de dados e bibliotecas

                                                   

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

A  Revista Leia Escola está licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais... _______________________ _< __________________________________________________