FADAS E PIVETES: A INFÂNCIA EM CHICO BUARQUE

Elizabeth Cardoso

Resumo


O presente artigo tem como objetivo uma aproximação inicial com dois modos da presença da infância na obra de Chico Buarque de Holanda. Primeiro, apresentaremos as produções francamente destinadas às crianças – o livro Chapeuzinho Amarelo e a peça Os Saltimbancos, ambas são resultados do diálogo do autor e dramaturgo com a tradição oral, os contos de fadas. Depois, assinalaremos como a infância está representada nas canções de Chico. O eixo norteador do trabalho é averiguar as múltiplas presenças da infância, vista aqui como um conhecimento que pertence às pessoas de todas as idades na obra de Chico Buarque.

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, Giorgio. Infância e história: destruição da experiência e origem da história. Trad. Henrique Burigo.Belo Horizonte: Editora UFMG, 2005.

AGUIAR, Miriam B. Tempo e Artista: Chico Buarque, avaliador de nossa cotidianidade. Tese (Doutorado em Literatura Brasileira). Universidade de São Paulo/USP, São Paulo, 2014.

BARROS E SILVA, Fernando de. Chico Buarque. São Paulo: Publifolha, 2004.

BENJAMIN, Walter. “Experiência e pobreza”, In: ______. Magia e Técnica, Arte e Política – ensaios sobre literatura e história da cultura. Obras Escolhidas I. São Paulo Brasiliense: 2012.

______. “História cultural do brinquedo”, In: ______. Magia e Técnica, Arte e Política – ensaios sobre literatura e história da cultura. Obras Escolhidas I. São Paulo Brasiliense: 2012.

BUARQUE, Chico. Chapeuzinho Amarelo. Ilustrações de Ziraldo. 34ª ed. São Paulo: José Olympio, 2013.

COLOMER, Teresa. A formação do leitor literário: narrativa infantil e juvenil atual. Trad. Laura Sandroni. São Paulo: Global, 2003

GAGNEBIN, Jeanne M. História e narração em Walter Benjamin. São Paulo: Perspectiva, 1999.

GARCIA, Walter.Um mapa para se estudar Chico Buarque. Revista doIEB: São Paulo, n. 43, p. 187-202, set. 2006.

MORAIS, Josenildo O. A literatura infantil como instrumento de denúncia da ditadura militar. Dissertação (Mestrado em Literatura e Estudos Interculturais). Universidade Estadual da Paraíba/UEPB, Campina Grande, 2011.

OLIVEIRA, Maria R.; PALO, Maria J.Literatura infantil: voz de criança. São Paulo: Ática, 1992.

RABELO, Adriano de P. O teatro de Chico Buarque. Dissertação (Mestrado em Literatura Brasileira). Universidade de São Paulo/USP, São Paulo, 1998.

RODRIGUES, Sandra S. A voz, o lugar e o olhar: culturas e periferias em “Subúrbio”, de Chico Buarque. Dissertação (Mestrado em Estudos Comparados em Literaturas de Língua Portuguesa). Universidade de São Paulo/USP, São Paulo, 2013.

ZILBERMAN, Regina. Como e por que ler literatura infantil brasileira. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005.

WERNECK, Humberto. Gol de letras, em Chico Buarque Letra e Música. São Paulo: Companhia da Letras, 1989.

Todas as letras de Chico Buarque foram consultadas e estão disponíveis em http://www.chicobuarque.com.br/construcao/index.html




DOI: http://dx.doi.org/10.35572/rle.v18i1.1107

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Leia Escola consta nos seguintes indexadores, bancos de dados e bibliotecas

                                                   

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

A  Revista Leia Escola está licenciada com a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais... _______________________ _< __________________________________________________