Notícias

CHAMADAS PARA SUBMISSÃO

AVISO

 
A SUBMISSÃO DE ARTIGOS DE TEMÁTICA LIVRE ESTÁ TEMPORARIAMENTE SUSPENSA. ESTAMOS EM MUDANÇA PARA O PORTAL DE PERÍODICOS DA EDUFCG.  A SUSPENSÃO É NECESSÁRIA EM FUNÇÃO DA ATUALIZAÇÃO DE DADOS DO SISTEMA. A SUBMISSÃO DE ARTIGOS PARA O VOLUME 3 DE 2023 DEVE SER FEITAS NO ENDEREÇO  https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/leia  
Publicado: 2023-06-01
 

DOSSIÊS 2023

 

 VOL 23 - nº 3 - (2023) - TRAÇOS E LETRAS DELAS: O LIVRO ILUSTRADO DE AUTORIA FEMININA

 

Atualmente, o livro infantil apresenta-se como um espaço constituído por elementos das linguagens de texto, de imagem e de projeto gráfico, resultado do acúmulo de transformações em sua feitura e do estabelecimento de sua configuração como artefato cultural (RAMOS, 2011). Nesse percurso, se faz necessário considerar as alterações ocorridas com o estatuto da Literatura para criança, a articulação dessas linguagens, e a própria condição do livro como objeto físico, perspectivas e obras que ocupam hoje lugar importante nas discussões sobre ensino de leitura e formação do leitor, de análises estéticas e de acervos de literatura infantil. No entanto, ainda é lacunar a produção de estudos sobre a produção de autoria feminina do livro ilustrado, seja quando temos duas autoras uma do texto, outra da ilustração, seja quando temos a mesma autoria para as duas linguagens. Nesse sentido, embora essa lacuna exista, é notória a presença na literatura brasileira para a infância de obras de autoria feminina desde os nomes de Julia Lopes de Almeida, Henriqueta Lisboa, Cecília Meireles até o crescimento dessa produção nas décadas de 1970 e 1980 com títulos de Lygia Bojunga Nunes, Ana Maria Machado e Ruth Rocha. Ao lado dessas produções e seguindo as mudanças ocorridas com o livro ilustrado para infância também receberam destaque autoras ilustradoras como Angela Lago, Eva Furnari, Mariana Massarani, Graça Lima, Marilda Castanha em um número crescente de obras e principalmente depois da década de 1990 e início do século XXI.  O presente dossiê propõe reunir artigos oriundos de pesquisas que versem sobre a produção de autoria feminina, das duas primeiras décadas do século XXI, considerando uma abordagem estética e sociológica para estudos sobre marcos históricos, relações entre produção editorial e mercado (MORAES, HANNING e PARAGUASSU, 2012), estudos que versem sobre abordagens e estratégias para leitura das obras em contexto de recepção, e, por fim, estudos que busquem analisar elementos plásticos e narrativos que possam definir os estilos das autoras ilustradoras de livros ilustrados.

 

ORGANIZADORAS

Clara Gavilan - FACONNECT e A Casa Tombada - São Paulo

Eliana Kefalás Oliveira - Universidade Federal de Alagoas - UFAL

Márcia Tavares - Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

 

REFERÊNCIAS

GOÉS, Lucia Pimentel. Olhar de descoberta: proposta analítica de livros que concentram várias linguagens. Paulinas: São Paulo, 2003.

LINDEN, Sophie Van der. Para ler o livro ilustrado. Tradução de Dorothée de Bruchard. São Paulo: Cosac Naify, 2011.

NIKOLAVEJA, Maria e SCOTT, Carole. Livro ilustrado: palavras e imagens. São Paulo: Cosac Naify, 2011.

O’SAGAE, Peter. Imagens e enigmas na literatura para crianças. Tese de doutorado, USP, São Paulo, 2008.

RAMOS, Flávia B. e PANOZZO, Neiva S.P. Entre a ilustração e a palavra: buscando pontos de ancoragem. Espéculo. Revista de estudios literarios. Universidad Complutense de Madrid, 2004. In: http://www.ucm.es/info/especulo/numero26/ima_infa.html Acesso em 23 de novembro de 2018.

RAMOS, Graça. A imagem nos livros infantis - caminhos para ler o texto visual. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

SALISBURY, Martin e STYLES, Morag. Livro infantil ilustrado: a arte da narrativa visual. São Paulo: Rosari, 2013.

 

ATENÇÃO!! PRAZO PARA SUBMISSÃO PRORROGADO 

 

SUBMISSÃO - 30 DE NOVEMBRO de 2023

PUBLICAÇÃO - DEZEMBRO de 2023

 
Publicado: 2022-09-10