Registro de Macrodontes paulistus (Gastropoda: Odontostomidae) em um sambaqui na Ilha do Teixeira, baía de Paranaguá, sul do Brasil

Marcos de Vasconcellos Gernet, Carlos Eduardo Belz, Fabiano Pinheiro, Carlos João Birckolz

Resumo


Macrodontes paulistus Pilsbry & Ihering, 1898 é um odontostomídeo com concha fusiforme alongada, carinada e voltas pouco convexas, protoconcha acuminada, sutura profunda e levemente inclinada. Esta espécie foi encontrada em camadas internas de um sambaqui localizado na Ilha do Teixeira, baía de Paranaguá, sul do Brasil. Os exemplares foram coletados manualmente, através de prospecção visual. Três exemplares adultos de M. paulistus foram encontrados, todos apresentando conchas com desgastes característicos de material encontrado em sambaquis. Este é o primeiro registro da espécie em sambaquis.

Palavras chave: Litoral do Paraná, molusco, Odontostomidae, sítio arqueológico.


Texto completo:

PDF

Referências


APPA, FEESC & LABTRANS (2018) Plano de Desenvolvimento e Zoneamento do Porto de Paranaguá. Revisão – 005. Paranaguá: APPA. 368 p.

Fontenelle J.H., Cavallari D.C. & Simone L.R.L. (2014) A new species of Megalobulimus (Gastropoda, Strophocheilidae) from Brazilian shell mounds. Strombus, 21(1-2): 30–37.

Gernet M.V. & Birckolz C.J. (2011) Fauna malacológica em dois sambaquis do litoral do Estado do Paraná, Brasil. Biotemas, 24(3): 39–49. http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2011v24n3p39

Gernet M.V., Gernet E.V.V.V. & Santos E.V. (2019) Conchas de moluscos com vestígios de utilização por seres humanos encontradas no Sambaqui do Boguaçu, Guaratuba, Paraná. Pesquisa e Ensino em Ciências Exatas e da Natureza, 3(2): 142–146.

http://dx.doi.org/10.29215/pecen.v3i2.1260

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (1992) Manual técnico da vegetação brasileira. Série Manuais Técnicos em Geociências (número 1). Rio de Janeiro: IBGE. 92 p.

IPARDES - Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (1995) Diagnóstico Ambiental da APA de Guaraqueçaba. Curitiba: IPARDES. 166 p.

Maack R. (1969) Geografia Física do Estado do Paraná. Curitiba: BADEP/UFP/IBPT. 350 p.

Macario K.D., Alves E.Q., Carvalho C., Oliveira F.M., Ramsey C.B., Chivall D., Souza R., Simone L.R.L. & Cavallari D.C. (2016) The use of the terrestrial snails of the genera Megalobulimus and Thaumastus as representatives of the atmospheric carbon reservoir. Scientific Reports, 6: 27395. http://dx.doi.org/10.1038/srep27395

Macario K.D., Tenório M., Alves E., Oliveira F., Chanca I., Netto B., Carvalho C., Souza R., Aguilera O. & Guimarães R. (2017) Terrestrial Mollusks as Chronological Records in Brazilian Shellmounds. Radiocarbon, 59(5): 1561–1577. https://doi.org/10.1017/RDC.2017.34

Oliveira M.P. & Almeida M.N. (1999) Conchas dos caramujos terrestres do Brasil. Juiz de Fora: Editar. 57 p.

Pilsbry H.A. (1898) New species of Odontostomus from Brazil and Argentina. Proceedings of the Academy of Natural Sciences of Philadelphia, 50: 471–474.

Simone L.R.L. (2006) Land and Freshwater Molluscs of Brazil. São Paulo: EGB/Fapesp. 390 p.

Simone L.R.L. (2018) Physical defense strategies of South American land snails. Malacopedia, 1(2): 3–11.




DOI: http://dx.doi.org/10.29215/pecen.v4i0.1480

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Autor e Revista mantêm os direitos da publicação

____________________________________________
Pesquisa e Ensino em Ciências Exatas e da Natureza
Unidade Acadêmica de Ciências Exatas e da Natureza - CFP - UFCG
Cajazeiras - PB, Brasil
(ISSN 2526-8236)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

INDEX COPERNICUS INTERNACIONAL

 

ICI WORLD OF JOURNALS