Conchas de moluscos com vestígios de utilização por seres humanos encontradas no Sambaqui do Boguaçu, Guaratuba, Paraná

Marcos de Vasconcellos Gernet, Esther Valentina da Veiga de Vasconcellos Gernet, Elizângela da Veiga Santos

Resumo


Resumo: Os sambaquis são definidos como sítios arqueológicos, localizados na paisagem holocênica do Período Quaternário. A fauna malacológica é o principal constituinte dos sambaquis, influenciando na sua composição química e estrutural. O sambaqui do Boguaçu, com 7 m de altura, localiza-se nas margens do rio de mesmo nome, o qual desemboca na baía de Guaratuba. Ao todo, foram encontrados e analisados 10 exemplares de cinco espécies distintas de moluscos marinhos pertencentes a cinco famílias, que apresentavam vestígios de utilização por seres humanos.

Palavras chave: Sítio arqueológico, raspadores, indícios.


Texto completo:

PDF

Referências


Aizpurua I.I.I. & Mcanany P.A. (1999) Adornment and Identity: Shell ornaments from Formative K’axob. Ancient Mesoamerica, 10: 117–127. DOI: 10.1017/S095653619910107X

Bennyhoff J.S. & Hughes R. (1987) Shell Bead and Ornament Exchange Networks between California and the Western Great Basin. Anthropological Papers of the American Museum of Natural History, 64: 79–175.

De Masi M.A.N. (2009) Aplicações de isótopos estáveis de 18/16 O, 13/12 C e 15/14 N em estudos de sazonalidade, mobilidade e dieta de populações pré-históricas no sul do Brasil. Revista de Arqueologia, 22: 55–76.

Gaspar M.D., Klokler D. & De Blasis P. (2011) Traditional fishing, mollusk gathering, and the shell mound builders of Santa Catarina, Brazil. Journal of Ethnobiology, 31: 188–212. DOI: 10.2993/0278-0771-31.2.188

Gernet M.V. & Birckolz C.J. (2011) Fauna malacológica em dois sambaquis do litoral do Estado do Paraná, Brasil. Santa Catarina. Biotemas, 24: 39–49. DOI: 10.5007/2175-7925.2011v24n3p39

Godino I.B., Álvarez M., Balbo A., Zurro D., Madella M., Villagrán X. & French C. (2011) Towards high-resolution shell midden archaeology: Experimental and ethnoarchaeology in Tierra del Fuego (Argentina). Quaternary International, 239: 125–134. DOI: 10.1016/j.quaint.2011.04.017

Guimarães M.S.B.C. (2003) Do lixo ao luxo: As premissas teórico-metodológicas e a noção de sambaqui. Rio de Janeiro. Boletim do Museu Nacional, 63: 1–23.

Klokler D. (2014) Adornos em concha do sítio Cabeçuda: Revisita às amostras de Castro Faria. Revista de Arqueologia, 27: 150–169. DOI: 10.24885/sab.v27i2.408

Neves W.A., Hubbe M., Okumura M.M.M., González-José R., Figuti L., Eggers S. & De Blasisc P.A.D. (2005) New early Holocene human skeleton from Brazil: implications for the settlement of the New World. Journal of Human Evolution, 48: 403–414. DOI: 10.1016/j.jhevol.2004.12.001

Okumura M.M.M. & Eggers S. (2005) The people of Jabuticabeira II: reconstruction of the way of life in a Brazillian shellmound. Journal of Comparative Human Biology, 55: 263–281.

Prous A. (1990) Os Moluscos e a Arqueologia Brasileira. Belo Horizonte. Arquivos do Museu de História Natural da UFMG, 11: 241–298.

Prous A. (1992) Arqueologia brasileira. Brasília: Editora UnB-Universidade de Brasília. 609 p.

Rios E.C. (2009) Compendium of Brazilian Sea Shells. Rio Grande: Evangraf. 412 p.

Scheel-Ybert R. (2001) Man and vegetation in the Southeastern Brazil during the Late Holocene. Journal of Archaeological Science, 28: 471–480. DOI: 10.1006/jasc.2000.0577

Schmitz I.A. (1984) Caçadores e coletores da pré-história do Brasil. São Leopoldo: Instituto Anchietano de Pesquisas. 63 p.

Souza R.C.L., Lima T.A. & Silva E. (2011) Conchas marinhas de sambaquis do Brasil. Rio de Janeiro: Technical Books Editora. 256 p.

WORMS Editorial Board (2019) World Register of Marine Species. Disponível em: www.marinespecies.org (Acessado em 14/05/2019).




DOI: http://dx.doi.org/10.29215/pecen.v3i2.1260

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Autor e Revista mantêm os direitos da publicação

____________________________________________
Pesquisa e Ensino em Ciências Exatas e da Natureza
Unidade Acadêmica de Ciências Exatas e da Natureza - CFP - UFCG
Cajazeiras - PB, Brasil
(ISSN 2526-8236)

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

INDEX COPERNICUS INTERNACIONAL

 

ICI WORLD OF JOURNALS