Impactos ambientais gerados no processo de produção de cerâmicas no extremo sul do Piauí

Felipe Silva Amorim, Maílson Pereira de Souza, César Henrique Alves Borges, Romualdo Medeiros Cortez Costa, Alexandro Dias Martins Vasconcelos

Resumo


Com o aumento demográfico brasileiro, grandes setores desenvolveram-se para suprir a demanda populacional. O setor ceramista foi um deles, confeccionando produtos destinados a construção civil, gerando emprego para milhares de pessoas em todo o país. As cerâmicas vêm buscando uma produção de qualidade, investindo em tecnologia, visando à homogeneidade dos seus produtos para facilitar sua comercialização. O trabalho objetivou avaliar as etapas de produção de três cerâmicas e identificar problemas no processo de produção e os impactos ambientais, visando minizá-los. Foram aplicados questionários semiestruturados e realizado visitas periódicas nas empresas.  Todo o processo de produção das empresas constava de 12 etapas, desde a obtenção da argila até o escoamento da produção. As empresas contavam com uma média de 14 trabalhadores diretos, utilizavam o forno do tipo abóboda, e tinha o bloco como o material primordial de comercialização. A lenha utilizada pelas cerâmicas é de espécies nativas da região. As empresas não apresentaram um bom controle e uma boa preocupação em relação as suas atividades para com o meio ambiente e sociedade. Faltam técnicos da área para instruir os empresários para investir em tecnologia para melhorar a produção e compensar de forma significativa as atividades de impacto ao meio ambiente.

Palavras-chave


Floresta Nativa; forno; meio ambiente.

Texto completo:

PDF

Referências


ALENCAR-LINARD, Z. U. S.; SAEED-KAHN, A.; LIMA, P. V. P. Percepções dos impactos ambientais da indústria de cerâmica no município de Crato no estado do Ceará, Brasil. Economía, Sociedad y Territorio, v. 15, n. 48, p. 397-423, 2015.

FERREIRA, E. P.; PANTALEÃO, F. S.; FERREIRA, J. T. P.; FERREIRA, A. C. Diagnóstico Ambiental das áreas de extração de argila em município produtor de cerâmica. Enciclopédia Biosfera, v. 8, n. 14, p. 1143-1155, 2012.

MAZZOTTI, A. J. A.; GEWANDSZNAJDER, F. O Método Nas Ciências Naturais e Sociais: Pesquisa Quantitativa e Qualitativa. 2º ed. São Paulo: Pioneira, 1999. 203 p.

SILVA, A. P. M.; MEDEIROS, J. F. Problemas socioambientais causados pelas indústrias de cerâmicas no município de Encanto-RN. Geotemas, v. 1, n. 1, p. 67-77, 2011.

SILVA, N. A.; FURTADO, O. S.; DIAS, W. S.; SELLITTO, M. A. Avaliação do desempenho ambiental em uma empresa da indústria cerâmica de Tocantins. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v. 19, n. 21, p. 848-861, 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.30969/acsa.v13i3.892

Apontamentos

  • Não há apontamentos.