DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DO pH E CONDUTIVIDADE ELÉTRICA EM UM SOLO ALUVIAL NO RIO GRANDE DO NORTE

Herlon Bruno Ferreira Barreto, Vital Paulino do Amaral Júnior, José Flaviano Barbosa de Lira, Francisco Emanoel Nogueira Maia, Neyton de Oliveira Miranda

Resumo


A cultura do arroz irrigado é a principal atividade agrícola da região do Vale do Apodi, sendo cultivados com irrigação por inundação, nos mais diversos sistemas de plantio. O objetivo deste trabalho foi o de estudar a variabilidade espacial das variáveis de pH e CE, em um solo de origem aluvial no Rio Grande do Norte, utilizando-se técnicas de estatística descritiva e geoestatística para identificação dos padrões de variabilidade e dependência espacial das variáveis estudadas, visando o mapeamento e fornecimento de subsídios para um manejo mais adequado do solo na área analisada. A coleta de solo foi realizada em área de produção de arroz vermelho no município de Apodi, na região conhecida como várzea do rio Apodi. O solo é Neossolo Flúvico, a coleta realizada em 15 pontos compondo um Grid de 20x20 m, nas profundidades de 0-15 e 15-30 cm. Os valores de CE apresentam-se autocorrelacionados no espaço em ambas profundidades analisadas, enquanto que os valores de pH somente na profundidade de 0-15 cm. O pH apresenta um forte gral de dependência espacial que equivale a 21% na profundidade de 0-15 cm.


Palavras-chave


geoestatística, krigagem, dependência espacial

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.30969/acsa.v8i1.153

Apontamentos

  • Não há apontamentos.