COMPARAÇÃO DE MÉTODOS DE ÁREA FOLIAR EM Myrciaria cauliflora (Mart.) O. Berg

Mayky Francley Pereira de Lima, Paula Gracielly Morais Lima do Nascimento, Márcio Gledson Oliveira da Silva, Hélida Campos de Mesquita, Jorge Luis Xavier Lins Cunha

Resumo


Com o objetivo de avaliar seis métodos para determinação da área foliar em Jabuticaba (Myrciaria cauliflora (Mart.) O. Berg.), realizou-se um experimento na biofábrica da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), em Mossoró – RN. Para a realização deste experimento foram coletadas aleatoriamente, 30 folhas oriundas de plantas do litoral alagoano. Coletadas as folhas, a área foliar foi obtida pelos seguintes métodos: dimensões lineares (comprimento x largura); discos foliares; imagem digital (scanner); integrador de área foliar (AM 300), quadrados (1 x 1cm) e massa fresca. O método do integrador de área portátil foi o mais eficiente, seguido do método dos discos, e que os métodos de comprimento x largura, dos quadrados e o da massa fresca das folhas não foram precisos na determinação da área foliar para a jabuticabeira.


Palavras-chave


jabuticaba, área foliar, comparação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.30969/acsa.v8i1.148

Apontamentos

  • Não há apontamentos.