Temperatura do ar e emissões urbanas em região industrial de São Paulo, Brasil

Resumo

O objeto dessa pesquisa é analisar a relação entre a temperatura do ar e as emissões veiculares de CO2, na área urbana do ABC Paulista, localizada no sudeste da Região Metropolitana de São Paulo. Conjuntamente são analisadas as projeções de temperatura de dois modelos climáticos utilizados nos relatórios do Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC). Foram utilizados dados de temperatura do ar na escala temporal horária e mensal, e a estimativa de emissões veiculares foi realizada através do modelo de simulação de tráfego Equilibre Multimodal/Multimodal Equilibrium (EMME). Os resultados mostram que as áreas com as temperaturas mais altas se localizam no setor norte do ABC Paulista, indicando uma ilha de calor de média intensidade (3,6 oC). Este setor também se destacou como o de maior emissão veicular de CO2 em ton/km, por apresentar extensas e movimentadas vias de tráfego. As projeções dos modelos climáticos, apesar das incertezas, indicaram um cenário de dias e noites mais quentes, com um aumento de 6,3 °C na temperatura máxima anual para o período de 2071-2100. A distribuição geográfica das áreas de altas temperaturas e emissões de CO2 sugerem a contribuição do tráfego urbano para o aumento da temperatura no ABC Paulista, a qual tende a crescer conforme projeção do modelo do IPCC.

Referências

Boian, C.; Andrade, M.F.; 2012. Characterization of ozone transport among metropolitan regions. Revista Brasileira de Meteorologia, 27: 229-242.
CETESB; 2016. Qualidade do ar no estado de São Paulo 2015. São Paulo, CETESB, 165 p.: il. color.
Ccoyllo, O.R.S.; Andrade, M.F. 2002. The influence of meteorological conditions on the behavior of pollution concentration in São Paulo, Brazil. Environmental Pollution, 116(2) 257-263.
Dee, D.P. et al., 2011. The ERA-Interim reanalysis: configuration and performance of the data assimilation system. Quarterly Journal of the Royal Meteorological Society, 137(656) 553-597.
CIGABC; 2016 1º Inventário Regional. Emissões de Gases de Efeito Estufa do Grande ABC. Consórcio Intermunicipal Grande ABC, ICLEI. – Santo André.
Duarte, L.H.K. Paiva, H. 2013. Inventário de emissões por fontes móveis em cidades de pequeno e médio porte. In: Tobias, M.S.G. e Lima, A.C.M. Urbanização & Meio Ambiente. Belém. Unama – Universidade da Amazônia. 451-436p.
Freitas, E.D.; Silva Dias, P.L; Rozoff, C.M; Cotton, W.R. 2007. Interactions of an urban heat island and sea-breeze circulations during winter over the metropolitan area of Sao Paulo, Brazil. Boundary-Layer Meteorology, 122(1) 43-65.
IPEA e ANTP. 1998. Redução das deseconomias urbanas com a melhoria do transporte público. Relatório síntese. Instituto de pesquisa econômica aplicada e associação nacional de transportes públicos. Brasília, Brasil.
Intergovernmental Panel on Climate Change – IPCC. 2013: Climate Change 2013: The Physical Science Basis. Contribution of Working Group I to the Fifth Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change [Stocker, T.F., D. Qin, G.K. Plattner, M. Tignor, S.K. Allen, J. Boschung, A. Nauels, Y. Xia, V. Bex and P.M. Midgley (eds.)]. Cambridge University Press, Cambridge, United Kingdom and New York, NY, USA, 1535 pp.
Lombardo, M.A. 1985. Ilhas de calor nas metrópoles: o exemplo de São Paulo. Hucitec, São Paulo, 244p.
Martins, L.D.; Andrade, M.F. 2008. Ozone Formation Potentials of Volatile Organic Compounds and Ozone Sensitivity to Their Emission in the Megacity of Sao Paulo, Brazil. Water, Air and Soil Pollution, 195(1-4) 201-213.
Oke, T. R. 1987. Street design and urban canopy layer climate. Energy and Buildings, 11(1-3) 103-113.
Paiva. H.; 2017. Mudanças Climáticas e Inventários Regionais de Emissões. 21º Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito. Associação Nacional de Transportes Públicos. São Paulo.
Porangaba, G.F.O; Teixeira, D.C.F; Amorim, M.C. 2017. Procedimentos Metodológicos para análise das ilhas de calor em cidades de pequeno e médio porte. Revista Brasileira de Climatologia, 21(13) 225-247.
Randall, D.A. et al. 2007. In: Climate Change 2007: The Physical Science Basis. Contribution of Working Group I to the Fourth Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change [Solomon, S., D. Qin, M. Manning, Z. Chen, M. Marquis, K.B. Averyt, M.Tignor and H.L. Miller (eds.)]. Cambridge University Press, Cambridge, United Kingdom and New York, NY, USA.
SISTRAN Engenharia INECO e INECO do Brasil; 2014. Estudo Comparativo de Tecnologias Veiculares de Tração Aplicáveis a Ônibus Urbanos. Série Cadernos Técnicos. Volume 15. São Paulo. ANTP, 88p.
Stull, R.B. 1988. An Introduction to Boundary Layer Meteorology. Ed. Kluwer Academic Publishers, Dordrecht, Boston and London, 666p.
Vasconcellos, J.S.; Souza, L.C.L.; Teixeira, B.A. 2013. Comportamento térmico em uma fração urbana no município de São Carlos. In: IV Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental, Salvador, Bahia, Brasil.
Publicado
2018-05-28
Como Citar
VALVERDE, María Cleofé; DE PAIVA JUNIOR, Humberto. Temperatura do ar e emissões urbanas em região industrial de São Paulo, Brasil. Acta Brasiliensis, [S.l.], v. 2, n. 2, p. 45-52, maio 2018. ISSN 2526-4338. Disponível em: <http://revistas.ufcg.edu.br/ActaBra/index.php/actabra/article/view/90>. Acesso em: 16 ago. 2018. doi: https://doi.org/10.22571/2526-433890.
Seção
Ecologia

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##