Potencial de contaminação de aquíferos na bacia do córrego do Gouveia, São Paulo

Resumo

No cenário atual de aumento da consciência ambiental e procura por meios de proteger o meio ambiente, a preservação das águas, tanto a superficial quanto a subterrânea, tem ganhado destaque tanto nos meios de informação quanto na ciência. Esta pesquisa teve como objetivo gerar uma carta de potencial de contaminação de aquíferos da bacia hidrográfica do córrego do Gouveia, localizado no município de Brotas, São Paulo, referente ao ano de 2017, com base em análise multicritério e sistematizada por lógica Fuzzy. A carta considerou a relação entre os processos geológicos, geomorfológicos, pedológicos, de declividade com o uso do solo local. Os resultados obtidos demonstraram que 96% da área da bacia apresenta classes de médio, alto ou muito alto potencial de contaminação de aquíferos, sugerindo que a relação entre a dinâmica natural do meio físico e o atual padrão de ocupação antrópica são desfavoráveis à manutenção da qualidade dos recursos hídricos subterrâneos. A metodologia aplicada pode servir como suporte para decisões de planejamento territorial e gestão sustentável do sistema aquífero Guarani à medida em que é possível espacializar áreas que necessitam de maior conservação e outras onde a ocupação seria mais favorável.

Referências

Agência Nacional de Águas - ANA. 2017. Quantidade de água doce no planeta. Disponível em: . Acesso em: 20/07/2017.
Borba, W. F; Fernandes, G. D. Á.; Terra, L. G; Löble, C. A; Silva, J. L. S. 2016. Avaliação da Vulnerabilidade Intrínseca à Contaminação do Aquífero na Bacia do Rio Passo Fundo no Estado do Rio Grande do Sul. Anuário do Instituto de Geociências, 39(2), 145-154.
BRASIL. Código Florestal (Lei Federal nº 12.651), de 25 de Maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 25 de maio. 2012a.
Brião, V. B., Magoga, J., Hemkemeier, M., Brião, E. B., Girardelli, L., Sbeghen, L., Favaretto, D. P. C. 2014. Reverse osmosis for desalination of water from the Guarani Aquifer System to produce drinking water in southern Brazil. Desalination, 344, 402-411.
Brotas, Prefeitura Municipal. 2017. Aspectos Geo-Físicos.
Cameron, J. 2012. Groundwater Essentials. National Water Commission.
Cereda Junior, A.; Röhm, S. 2014. Proposal and analysis of environmental fragility model using multicriteria analysis and fuzzy logic for integrated landscape mapping. Journal of Urban and Environmental Engineering (UFPB), 8, 28-37.
Coordenadoria de Planejamento Ambiental do Estado de São Paulo - CPA-SP. 2016. Unidades Básicas de Compartimentação.
Corrêa, E. A; Moraes, I. C; Pinto, S. A. F; Lupinacci, C. M. 2016. Perdas de Solo, Razão de Perdas de Solo e Fator Cobertura e Manejo da Cultura de Cana-de-Açúcar: Primeira Aproximação. Revista do Departamento de Geografia (USP), 32, 72-87.
Costa, C. W; Moraes, M. C. P; Cançado, C. J; Guerrero, J. V. R; Marangon, F; Lorandi, R; Lollo, J. A.; Moschini, L. E. 2015. Potencial de Contaminação de Aquíferos por Atividades Antrópicas da Bacia do Ribeirão do Meio - Município de Leme - SP. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, 20, 218-225.
ESRI. 2017. Weighted sum.
Gastmans, D., Mira, A., Kirchheim, R., Vives, L., Rodríguez, L., Veroslavsky, G. 2017. Hypothesis of Groundwater Flow through Geological Structures in Guarani Aquifer System (GAS) using Chemical and Isotopic Data. Procedia Earth and Planetary Science. 17, 136–139.
Guerrero, J. V. R; Lollo, J. A.; Lorandi, R. 2016. Cartografia Geoambiental como base para planejamento territorial na bacia do Rio Clarinho, SP. RBC. Revista Brasileira de Cartografia (Online), 68, 313-326.
Hu, K., Awange, J.L., Khandu, Forootan, E., Goncalves, R. M., Fleming, K. 2017. Hydrogeological characterisation of groundwater over Brazil using remotely sensed and model products. Science of the Total Environment. 599-600, 372–386.
Instituto Agronômico de Campinas – IAC. 1981. Mapa pedológico de Brotas. Folha SF.22-Z-Z-III-4.
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. 2017. Ferramenta Cidades@ - Brotas.
Junqueira, C. de Á. R., Junior, V. E. M., Lossardo, L. F., Felicio, B. da C., Junior, O. M., Foschini, R. C., Mendes, R. M., Lorandi, R. 2009. Identificação do potencial de contaminação de aquíferos livres por vinhaça na bacia do Ribeirão do Pântano, Descalvado (SP), Brasil. Revista Brasileira de Geociências, 39: 507-518.
Ministério do Meio Ambiente (MMA) 2017. Abrangência do Aquífero Guarani.
Moreira, F. R.; Câmara, G.; Filho, R. A. 2001. Técnicas de Suporte à Decisão para Modelagem Geográfica por Álgebra de Mapas. Relatório Técnico do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE): 03-40.
Moreira, M. A. A; Lorandi, R; Moraes, M. E. B. 2008. Caracterização de áreas preferenciais à instalação de aterros sanitários no município de Descalvado (SP), na escala 1:50.000. Revista Brasileira de Cartografia, 60: 177-194.
North American Space Agency (NASA). 2014. Shuttle Radar Topography Mission (SRTM): The Mission to Map the World.
Paraná. Instituto das Águas do Paraná. 2017 Aquífero Guarani.
Paz, V. P. S., Teodoro, R. E. F., Mendonça, F. C. 2000. Recursos hídricos, agricultura irrigada e meio ambiente. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 4: 465-473.
Peel, M. C.; Finlayson; B. L.; Mcmahon, T. A. 2007: Updated world map of the Koppen-Geiger climate classification. Hydrology and Earth System Sciences, 11, 1633-1644.
Santos, R. F.. 2004. Planejamento ambiental: teoria e prática. São Paulo: Ed. Oficina de Textos.184p.
Santos, R. G., Sturaro, J. R., Marques, M. L., Faria, T. T. 2015. GIS Applied to the Mapping of Land Use, Land Cover and Vulnerability in the Outcrop Zone of the Guarani Aquifer System. Procedia Earth and Planetary Science, 15, 553-559.
Tavanti, D. R.; Moura, S.; Azevedo, F. Z.; Medvedchikoff, T. G.; Rodrigues de Deus, L; Moreira, M. A. A.; Lorandi, R.; Cançado, C. J.; Martins, M. M. R. 2009. Estudo da Vulnerabilidade de Contaminação de Aqüífero por Agrotóxicos, na Região de Descalvado e Analândia (SP). Revista Brasileira de Recursos Hídricos, 14: 53-61.
United States Geological Survey (USGS). 2017. Earth Explorer – Landsat8 Imagery.
Publicado
2017-09-26
Como Citar
ROQUE GUERRERO, João Vitor et al. Potencial de contaminação de aquíferos na bacia do córrego do Gouveia, São Paulo. Acta Brasiliensis, [S.l.], v. 1, n. 3, p. 1-7, set. 2017. ISSN 2526-4338. Disponível em: <http://revistas.ufcg.edu.br/ActaBra/index.php/actabra/article/view/57>. Acesso em: 25 abr. 2018. doi: https://doi.org/10.22571/Actabra13201757.
Seção
Ecologia

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##