Percepção ambiental de apicultores: Desafios do atual cenário apícola no interior de São Paulo

Resumo

A mortalidade e o desaparecimento de abelhas têm sido cada vez mais frequentes no mundo, afetando consequentemente a atividade apícola que exerce significativa importância nos âmbitos ambiental, social e econômico no Brasil. O objetivo dessa pesquisa foi compreender os principais desafios que a apicultura enfrenta atualmente na perspectiva dos apicultores da região de Matão, interior de São Paulo. Os apicultores foram selecionados por meio da técnica “bola de neve” e participaram da uma entrevista semiestruturada que abordou as esferas social, econômica e ambiental da atividade apícola. A percepção dos apicultores foi analisada através da Análise Textual Discursiva e indicou o atual sistema de produção agrícola, baseado em extensas áreas de monoculturas e uso intensivo de agrotóxicos, como o principal problema enfrentado para manutenção da atividade. Os apicultores percebiam o ambiente considerando o ser humano como parte integrante da natureza, sendo este afetado por suas próprias ações. Tinham a percepção do importante papel das abelhas no equilíbrio do ecossistema e na produção de alimentos. Os relatos apresentados demostram preocupação com a saúde ambiental, enfatizando a falta de comprometimento do governo com a preservação dos recursos naturais e em prol de um sistema de produção agrícola e industrial insustentável.

Referências

ANVISA. Listas de ingredientes ativos com uso autorizado e banidos no Brasil. Acesso em 17/07/2017.
Brasil. Decreto nº 8.133, de 28 de outubro de 2013. Acesso em 20/09/2017.
Brasil. Lei nº 7.802, de 11 de julho de 1989 . Acesso em 20/09/2017.
CBA. 2010. Confederação Brasileira de Apicultura Acesso em 01/06/2017.
CGEE. 2017. Centro de Gestão e Estudos Estratégicos. Importância dos polinizadores na produção de alimentos e na segurança alimentar global. Brasília, DF: CGEE. 124p . Acesso em 08/07/2017.
CITRUSBR. 2017. Associação Nacional dos exportadores de sucos cítricos Acesso em 20/072017.
CONAB. 2016. Companhia Nacional de Abastecimento. Monitoramento agrícola – Cana-de-açúcar. Acompanhamento da safra brasileira: cana-de-açúcar, v. 3 - Safra 2016/17, n. 3, Brasília, p. 1-74. Acesso em 22/09/2017.
Fairbrother, A.; Purdy, J.; Anderson, T.; Fellk, R. 2014. Risks of neonicotinoid insecticides to honeybees. Environmental Toxicology and Chemistry, 33(4): 719-731.
Freitas, B.M.; Imperatriz-Fonseca, V.L. 2005. A importância econômica da polinização. Mensagem Doce, 80: 44-46. Acesso em 19/09/2017.
Freitas, B.M.; Pinheiro, J.N. 2012. Polinizadores e pesticidas: princípios e manejo para os agroecossistemas brasileiros. MMA, Brasília, 112p. Acesso em 22/07//2017.
Gallai, N.; Salles, J.M.; Settele, J.; Vaissière, B.E. 2009. Economic valuation of the vulnerability of world agriculture confronted with pollinator decline. Ecological Economics, 68: 810-821.
Gamito, L.M.; Malerbo-Souza, D.T. 2006. Visitantes florais e produção de frutos em cultura de laranja (Citrus sinensis L. Osbeck). Acta Scientiarum. Biological Sciences, 28(4): 483-488.
Giannini, T.C.; Cordeiro, G.D.; Freitas, B.M.; Saraiva, A.M.; Imperatriz-Fonseca, V.L. 2015. The dependence of crops for pollinators and the economic value of pollination in Brazil. Journal of Economic Entomology, 108: 1-9.
Gonçalves, L.S. 2012. O desaparecimento das abelhas, suas causas, consequências e o risco dos neonicotinóides para o agronegócio apícola. Mensagem Doce, 117. Acesso em 15/07/2017.
Goodman, L. 1961. Snowball sampling. Annals of Mathematical Statistics, v. 32, p. 148-170 Acesso em 19/07/2017.
Hoeffel, J.L.; Fadini, A.A.B. 2007. Percepção ambiental. In: Ferraro Jr., L.A. (Org). Encontros e caminhos: Formação de educadoras ambientais e coletivos educadores. v.2. Ministério do Meio Ambiente, Brasília, p.255-262. Acesso em 21/09/2017.
IBGE. 2016. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Produção da pecuária municipal. Rio de Janeiro, 43, p.1-49. Acesso em 22/09/2017.
INCA. 2015. Instituto Nacional do Câncer. Brasil lidera o ranking de consumo de agrotóxicos. Rio de Janeiro: Ministério da Saúde. Acesso em 17/07/2017.
IPBES. 2016. Intergovernmental Science-Policy Platform on Biodiversity and Ecosystem Services. Summary for policymakers of the assessment report of the Intergovernmental Science-Policy Platform on Biodiversity and Ecosystem Services on Pollinators, Pollination and Food Production. Bonn, Germany: Secretariat of the Intergovernmental Science-Policy Platform on Biodiversity and Ecosystem Services. 36p. Acesso em 18/07/2017.
Malerbo-Souza, D.T.; Nogueira-Couto, R.H.; Couto, L.A. 2004. Honey bee attractants and pollination in sweet Orange, Citrus sinensis (L.) Osbeck, var. Pera-Rio. Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases, 10 (2): 144-153..
Marcomin, F.E.; SATO, M. 2016. Percepção, paisagem e educação ambiental: uma investigação na região litorânea de Laguna-SC, Brasil. Educação em Revista, 32(2): 159-186. Acesso em 14/07/2017.
Marques, M.F.; Menezes, G.B.; Deprá, M.S.; Delaqua, G.C.G.; Hautequestt, A.P.; Moraes, M.C.M. 2015. Polinizadores na agricultura: ênfase em abelhas. Funbio, Rio de Janeiro. Acesso em 22/09/2017.
Melo, H.P.; Sabbato, A.D. 2008. Censo da reforma agrária de 1996 e 1997 em uma perspectiva de gênero. In: Lope, A.L.; Butto, A. (Orgs.) Mulheres na reforma agrária. A experiência recente no Brasil. MDA, Brasília, p.39-80. Acesso em 20/08/2017.
Moraes, R.; Galiazzi, M.C. 2016. Análise textual discursiva. 3a ed. Unijui, Ijuí, 224p.
Neves, E.L. 2008. Polinização de espécies nativas da Caatinga e o papel da abelha exótica Apis mellifera L. Tese de Doutorado, Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, Bahia. 155p. Acesso em 18/09/2017.
Pacífico da Silva, I.; Melo, M.M.; Soto-Blanco, B. 2016. Efeitos tóxicos dos praguicidas para abelhas. Revista Brasileira de Higiene e Sanidade Animal, 10(1): 142-157.
Pasin, L.E.V.; Tereso, M.J.A. 2008. Análise da infra-estrutura existente em unidades de produção agrícola para processamento de mel na região do Vale do Paraíba-SP. Ciência e Agrotecnologia, 32(2): 510-516 . Acesso em 18/09/2017.
Schirmer, L.R. 1985. Abelhas ecológicas. Nobel, São Paulo. 218p.
Senar. 2010. Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. Abelhas Apis mellifera: instalação do apiário. Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, 2. ed. Brasília. Acesso em 23/09/2017.
Vinuto, J. 2014. A amostragem em bola de neve na pesquisa qualitativa: um debate em aberto. Temáticas, 44: 203-220. Acesso em 18/09/2017.
Publicado
2017-09-26
Como Citar
CERQUEIRA, Amanda; FIGUEIREDO, Rodolfo Antônio. Percepção ambiental de apicultores: Desafios do atual cenário apícola no interior de São Paulo. Acta Brasiliensis, [S.l.], v. 1, n. 3, p. 17-21, set. 2017. ISSN 2526-4338. Disponível em: <http://revistas.ufcg.edu.br/ActaBra/index.php/actabra/article/view/54>. Acesso em: 25 abr. 2018. doi: https://doi.org/10.22571/Actabra13201754.
Seção
Ecologia

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##