Índice de Vulnerabilidade Ambiental na Microbacia do Talhado, Santa Luzia, Paraíba

Resumo

O Índice de Vulnerabilidade Ambiental é uma ferramenta primordial na investigação e identificação dos fatores que podem gerar degradação ambiental em ecossistemas, como as bacias hidrográficas. Diante do exposto, o objetivo deste estudo foi determinar o Índice de Vulnerabilidade Ambiental na microbacia hidrográfica do Talhado, localizada no município de Santa Luzia, Paraíba. Para aplicação da metodologia, o Índice de Vulnerabilidade Ambiental foi gerado pela soma dos seguintes planos de informações: índice de vegetação por diferença normalizada, fator topográfico, uso atual da terra e áreas de preservação permanente e uso restrito. Estes planos foram criados utilizando um sistema de informações geográficas que utilizou o Idrisi Andes, versão 16.0. Os resultados mostraram que 581,2 hectares (49,9%) da microbacia foram identificados com vulnerabilidade moderada, seguida pelas áreas com vulnerabilidades baixa e muito baixa com 541,4 hectares (46,5%), enquanto que 41,1 hectares (3,5%) apresentaram vulnerabilidade que variaram de grave a muito grave. Tais resultados indicam atenção especial que deve ser dada ao manejo conservacionista dos recursos naturais na Microbacia do Talhado, Paraíba.

Referências

AESA. Agência Estadual de Águas da Paraíba. Pluviometria Mensal - Posto de Santa Luzia-PB. Disponível em: http://site2.aesa.pb.gov.br/aesa/monitoramentoPluviometria.do?metodo=listarMesesChuvasMensais. Acesso em: 10 jun. 2017.

Alvares, C. A.; Stape, J. L.; Sentelhas, P. C.; Gonçalves, J. L. de M.; Sparovek, G. Köppen’s climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift, v. 22, 711–728, 2014. http://dx.doi.org/ 10.1127/0941-2948/2013/0507

Alves, T. L. B.; Araújo, A. R.; Alves, A. N.; Ferreira, A. C.; Nóbrega, J. E. da. Diagnóstico Ambiental da Microbacia Hidrográfica do Rio do Saco, Santa Luzia – PB, Revista Brasileira de Geografia Física, Recife, v.4, n 2, p. 396-412, 2011. Disponível em:< http://www.revista.ufpe.br/rbgfe/index.php/revista/article/viewArticle/216>. Acesso em: 12 jun. 2017.

Bertoni, J.; Lombardi Neto, F. Conservação do Solo. 3. ed. São Paulo: Editora Ícone, 1990. 355p.

BRASIL. Decreto-Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012. Disponível em: . Acesso em: 18 fev. 2015.

Costa, M. F.; Fraga Filho, C. V.; Mendes, H. de A.; Martins, L. T.; Santos, A. R. dos S. Utilização de subtração de imagem e NDVI na avaliação da cobertura vegetal na RPPN Cafundó, Cachoeiro de Itapemirim, ES. In: Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto,15., 2011, Curitiba. Anais... Curitiba: INPE, 2011 1918 – 1925.

Coutinho, L. M.; Cecílio, R. A.; Garcia, G. O.; Xavier, A. C.; Zanetti, S. S.; Moreira, M. C. Cálculo do fator LS da Equação Universal de Perdas de Solos (EUPS) para a bacia do Rio da Prata, Castelo – ES. Revista Agro@mbiente On-line, v. 8, n. 1, p. 01-09, 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.18227/1982-8470ragro.v8i1.1454

Eastman, J.R. Idrisi 15: The Andes Edition. Worcester, MA: Clark University, 2006.

Louzada, F. L. R. DE O.; Coutinho, L. M.; Andrade, C. C.; Oliveira, V. Á. DE S.; Breda, P. H. M.; Santos, A. R. dos. Análise da cobertura florestal por meio da subtração de imagem NDVI na Floresta Nacional de Pacotuba, Cachoeiro do Itapemirim, ES. In: Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 14., 2009, Natal. Anais... Natal: INPE, 2009. p 25-30.

Klais, T. B. A.; Dalmas, F. B.; Morais, R. P.; Atique, G.; Lastoria, G.; Paranhos FILHO, A. C. Vulnerabilidade natural e ambiental do município de Ponta Porã, Mato Grosso do Sul, Brasil. 2012. Revista Ambiente & Água, 7(2): 277-290. DOI: http://dx.doi.org/10.4136/ambi-agua.786

Marcelino, R. L. 2012. Riscos e vulnerabilidades da bacia hidrográfica de Santa Luzia – PB. Tese de Doutorado Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, Paraíba. 138p. Disponível em: http://www.deag.ufcg.edu.br/copeag/DISSERTACOES_E_TESES_PPGEA/TESE/IRRIGA%C7%C3O/2012/ROSALVE.pdf

Melo, J. A. B. de; Lima, E. R. V. de. Uso da terra, vulnerabilidade e subsídios ao ordenamento territorial em microbacia. 2012. Mercartor, 11(24): 127-148. DOI: http://dx.doi.org/ 10.4215/RM2012.1124. 0009

Melo, E. T.; Sales, M. C. L.; Oliveira, J. G. B. Aplicação do índice de vegetação por diferença normalizada (NDVI) para análise da degradação ambiental da microbacia hidrográfica do Riacho dos Cavalos, Crateús – CE. 2011. RA’E GA, 23:520-533.
DOI: http://dx.doi.org/10.5380/raega.v23i0.24919

Oliveira, P. T. S.; Rodrigues, D. B. B.; Alves Sobrinho, T.; Panachuki, E. Estimativa do fator topográfico da USLE a partir de três algoritmos. 2010. Revista Ambi-Agua, 5(2): 217-225. DOI: 10.4136/ambi-agua.149

Pons, N. A. D., Pejon, O. J. Aplicação do SIG em estudos de degradação ambiental: o caso de São Carlos (SP). 2008. Revista Brasileira de Geociências, 38(2): 295-302. Disponível em:< http://ppegeo.igc.usp.br/index.php/rbg/article/view/7585/7012>

Porto, M. F. A.; Porto, R. L. L. Gestão de bacias hidrográficas. 2008. Revista Estudos Avançados, 22(63):43-60. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40142008000200004

Ramalho Filho, A.; Beek, K. J. Sistema de avaliação da aptidão agrícola das terras, 3. ed. Rio de Janeiro: EMBRAPA, 1995. 65p.

Rouse, J. W.; Hass, R. H.; Deering, D. W.; Schell, J. A. Monitoring the vernal advancement and retrogradiation (green wave effect) of natural vegetation. Austin: Texas A&M University, 1974. 8p.

Silva, J. E. R. da. 2014. Diagnóstico físico-conservacionista, socioeconômico e ambiental em microbacia hidrográfica no Seridó paraibano. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Campina Grande 141p. Disponível em:

Silva, R. M. P.; Lima, J. R. de; Mendonça, I. F.C de; 2014. Alteração da cobertura vegetal na sub-bacia do rio espinharas de 2000 a 2010. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 18 (2) : 202 -209. Disponível em:

Silva, S. R. R.; Chaves, I. B.; Alves, J. J. A. 2010. Sensoriamento remoto e geoprocessamento aplicados ao zoneamento geoambiental: bacia hidrográfica do açude Camará – PB. Mercator, 9(20): 239-252. DOI: http://dx.doi.org/10.4215/rm.v9i20.782

Pinese Júnior, J. F.; Rodrigues, S. C. O Método de análise hierárquica -AHP- como auxílio na determinação da vulnerabilidade ambiental da bacia hidrográfica do rio Piedade (MG). 2012. Revista do Departamento de Geografia USP, 23:4-26. DOI: http://dx.doi.org/10.7154/RDG.2012.0023.0001

Durães, M. C. O.; Maia Filho, B. P.; Barbosa, V. V.; Figueiredo, F. P. de. Caracterização do impactos ambientais da mineração a bacia hidrográfica do rio São Lamberto, Montes Claros/MG. 2017. 9(1):49-61. Disponível em:< https://seer.ufmg.br/index.php/ccaufmg/article/view/4420>.
Publicado
2017-09-26
Como Citar
ASSIS, Fellipe Ragner Vicente et al. Índice de Vulnerabilidade Ambiental na Microbacia do Talhado, Santa Luzia, Paraíba. Acta Brasiliensis, [S.l.], v. 1, n. 3, p. 8-16, set. 2017. ISSN 2526-4338. Disponível em: <http://revistas.ufcg.edu.br/ActaBra/index.php/actabra/article/view/47>. Acesso em: 24 jan. 2018. doi: https://doi.org/10.22571/Actabra13201747.
Seção
Ecologia

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##